CUTELARIA | O causo do cuteleiro premiado em todos os eventos nacionais

Hunter 78

Olá amigos, leitores, queridos e queridas que acompanham nossa caminhada pelo mundinho afiado e seus personagens pelo portal “As Boas Coisas da Vida“. Depois de um período distante, 2017 nos banha com raios de um novo tempo, novos eventos, novos artistas, nova chama que se acende, esperança renascida e cá estamos nós, vocês e eu, juntos mais uma vez para seguir contando esta história afiada!

Bowie 80

Leia também:
CUTELARIA | De forja, farda e faca: o maestro afiado Eduardo Berardo
CUTELARIA | O menino que forjava pregos
FACAS | Um artista da cutelaria artesanal
CUTELARIA | A história das facas D’Avila
CUTELARIA | As facas de Leo Moraes

O ano de 2016 trouxe novos horizontes para a cutelaria, novas tendências, novos craques do aço, novas premiações e muita emoção na vida deste velho Chef, Designer de cutelaria e Mestre de Cerimônias , com a alma emocionada pelas entregas de muitos prêmios, muitos julgamentos e fatos marcantes, como a entrega ao amigo e baluarte Alexandre Gasparini, mas isto é outra história.

Camp 69

Nosso personagem de hoje é um batalhador da causa afiada. Menino nascido e criado na pacata São João da Boa vista, a 220 km de São Paulo. Lá, a cena clássica era ver menino empinando pipa, outros jogando bola, tiozinho disputando dominó e assim por diante.

Nascido em 1969, Cássio Becker, nosso duble de militar, snipper no CPOR , importador de cimento, profissional de informática e ….ufa….cuteleiro! Em São João, ele conheceu “seu” Eleutério e “seu” Nhônho, os ferreiros e ferramenteiros da cidade, que entre outros feitos, forjavam facas! Assim, o menino Cássio passou a frequentar a oficina dos ferreiros e com algum custo, um corte no dedo, uma fagulha no pé , outra na testa, teve acesso à velha forja a carvão e dali saíram suas primeiras peças!

Colab 89

Movidos pela promoção da matriarca, D. Ana – que virou diretora de escola na pequena Pariquera-Açu e depois São Paulo capital – lá se foi a família toda atrás da diretora.
Em 2007, nosso amigo é contratado pelo governo federal, no Ministério do Turismo e conhece a cuteleira Silvana Mouzinho, na ocasião divulgando o São Paulo Knife Show, hoje Salão Paulista de Cutelaria, o mais consagrado evento afiado do Brasil, que anunciava o curso de cutelaria na UNB (Universidade de Brasília), outro passo importante para a arte afiada, virar cadeira de curso universitário!

Fighter 70

E em 2008, nosso herói estava lá, aluno da oitava turma, com os professores Nagib Abdanur, Milton Hoffmann e Gustavo Engel, cuteleiros radicados no DF. Em 2010 , nosso homenageado desce a Nova Petrópolis/RS para estudar com o Master Smith Rodrigo Sfreddo, o maior cuteleiro da América Latina, laureado pela American Blade Society. Ainda em 2010 levantava o primeiro troféu, de melhor iniciante na Feira de Cutelaria de Nova Petrópolis.

Colab 76

Depois disso, ele simplesmente foi premiado em todos os eventos afiados que tivemos no Brasil , seja em São Paulo, em Sorocaba, em Goiânia, na Mostra Internacional de Cutelaria em SP e passou a participar do cobiçado Blade Show de Atlanta, expandindo horizontes,mercado e clientela. O domínio das proporções, senso estético, bom gosto, uso de materiais premium, funcionalidade das peças e a gentileza em receber os amigos que o visitam, em seu atelier, sua mesa ou sua casa são marca registrada desse irmão de aço, mais um membro querido da família afiada Brazuca!

Integral 84

Seu damasco é reconhecido como um dos mais perfeitos jà criados no pais , suas facas de baixo peso e alta performance o credenciam a integrar esta saga de grandes cuteleiros brasileiros,seja forjando facas chef, bowie, camp, hunter,fight ou ainda em colaboração!
Seu bom humor lembra o de um Mineiro, sempre tem mais um causo, mais um gole de Guiness ou de um Royal Salute, cerveja e whisky prediletos do nosso herói, mais uma pitada, mais um abraço, mais um dedo de prosa sobre facas e As Boas Coisas da Vida!
Para sorte dos interessados em cutelaria no DF, Cassio é instrutor permanente das turmas inscritas na UNB!

Chef 86

Seu mais recente desafio é lançar o 1º Salão Brasiliense de Cutelaria 2017, junto com Silvana Mouzinho e o querido amigo e grande cuteleiro Milton Hoffmann, que ocorre dias 01 e 02 de abril em Brasilia , onde mais uma vez estarei atuando como Mestre de Cerimonial!

Conheça o baita trabalho deste artista brasileiro , divulgue nossa arte afiada no Facebook.
Contatos pelo fone/whatsapp 11 95992 1931 e cassiobecker@bol.com.br .

Um grande abraço a todos, um Feliz 2017 e seguimos juntos!

ROBERTO VIANNA
É personal chef, designer de cutelaria artesanal e consultor de vinhos e cervejas artesanais.

Gostou? Deixe um comentário: