GASTRÔ | A caça às trufas

Até o fim de março, turistas de todo o mundo divertem-se numa das atividades mais atingas da Europa: a caça das trufas. Na França, Quercy, Périgord e a Provence são as principais regiões produtoras deste tipo de cogumelo.

A trufa é um fungo subterrâneo e se desenvolve naturalmente (e misteriosamente) nas raízes dos carvalhos, madeira usada para fabricar barricas de vinho. E é farejando, que os cachorros descobram onde estão as trufas! Uma brincadeira que envolve adultos e crianças.

O fungo pode ser encontrado no fim do outono e durante o inverno, chegando a ter sete centímetros de diâmetro e peso até 100g. A produção é quase exclusivamente européia, com a França representando 45%, Espanha 35%, Itália 20%, e pequenas quantidades de Eslovénia e Croácia.

São muito apreciadas por chefs de cozinha devido ao seu inigualável aroma. A trufa branca precisa ser cortada em lâminas muito finas para deixar o sabor ainda mais intenso. As que exibem uma sutil coloração rosada são consideradas melhores, de aroma mais marcante. A negra tem aroma menos acentuado, superfície mais rugosa e é mais resistentes ao manuseio. Pode ser lavada em água, e consegue ser cultivadas.

SERVIÇO:
A agência de turismo Biarritz, de Porto Alegre, tem roteiros de viagens para as regiões produtoras de trufas.

Fotos: Véronique Buisson Masi

Gostou? Deixe um comentário: