HARMONIZAÇÃO | Escolha os vinhos para os almoços da Sexta-Feira Santa e do Domingo de Páscoa

wine-and-cheese-party

Independente do cardápio, Páscoa é sinônimo de família reunida em torno de uma mesa farta! Para a confraternização ser completa, não podem faltar um bom azeite de oliva extravirgem e vinhos para acompanhar a entrada, o prato principal e a sobremesa. Pensando nisso, selecionamos alguns itens que a Importadora Porto a Porto traz ao Brasil e que harmonizar com seu almoço na Sexta-feira Santa ou no domingo de Páscoa. Confira!

Azeite Oliveira Ramos Premium Extravirgem

azeite virgem JPR_bx branco
É um azeite premiado, muito especial, elaborado pelo famoso enólogo João Portugal Ramos, em Estremoz, no Alentejo, sul de Portugal. O objetivo era criar um produto de grande qualidade, de acordo com as tendências do mercado. Para isso, o produtor antecipou a colheita das azeitonas Cobrançosas, Galega e Picual e apostou no perfil verde e elegante do azeite. O resultado é um produto fresco, equilibrado, com excelente persistência e acidez máxima de 0,2%.

Espumante 3B

Espumante 3B Filipa Pato
Para celebrações ao redor da mesa, um belo espumante não pode faltar. A indicação é o 3B, português assinado pela enóloga Filipa Pato, elaborado pelo Método Tradicional (o mesmo de Champagne) com as uvas Baga e Bical, na Bairrada. Seco, frutado e com excelente acidez, é excelente para aperitivos, mas também versátil o bastante para acompanhar refeições. A graduação alcoólica é de 12%.

Santola Vinho Verde

Santola Vinho Verde
Para aqueles que preferem “abrir os trabalhos” com um vinho branco, a sugestão é o Santola Vinho Verde, português do Minho, elaborado pela Caves Messias. Uma ótima opção para aperitivo, mas também indicado para acompanhar saladas ou pescados. Elaborado com as uvas Loureiro e Pederña, é fresco, refrescante, muito frutado e possui acidez que contrasta com seu sabor levemente adocicado. A graduação alcoólica é de 9%.

Marquês de Borba Tinto

Marquês de Borba tinto
O Marquês de Borba tinto, elaborado pelo enólogo João Portugal Ramos no Alentejo, é uma excelente opção para acompanhar postas de bacalhau, risoto com carne de cordeiro ou até mesmo um cardápio com carne vermelha assada. Blend das uvas Alicante Bouschet, Aragonez, Trincadeira e Touriga Nacional, é um vinho com taninos suaves e muito bem equilibrado, resultado do tempo em que estagiou em barricas de carvalho. A graduação alcoólica é de 14%.

Tons de Duorum tinto

Tons de Duorum
Um vinho curinga, que se dá bem com diversos cardápios, é o Tons de Duorum tinto, elaborado pelo projeto Duorum, na DO Douro. O rótulo é uma combinação das clássicas vinhas portuguesas Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Roriz e passa 6 meses em barrica de carvalho. O resultado são aromas de frutas vermelhas frescas, taninos suaves, maduros e muito bem integrados. A graduação alcoólica é de 13,5%.

Quinta do Cachão

Quinta do Cachão
Outra opção de vinho português do Douro é o tinto Quinta do Cachão, da Caves Messias, que acabou de ganhar um rótulo novo, mais moderno. Trata-se de um vinho que combina quatro uvas portuguesas: Touriga Nacional, Tinta Barroca, Tinta Roriz e Touriga Franca, e estagia um breve período em carvalho. Despretensioso e fácil de beber, acompanha bem carnes grelhadas ou queijos macios. A graduação alcoólica é de 13%.

Vinho Madeira Justino’s 3 anos

Justino 3 anos
Para fechar uma refeição em alto estilo e acompanhar aquela deliciosa sobremesa de chocolate, o Vinho Madeira Justino’s 3 Anos é um clássico. Elaborado na Ilha da Madeira, em Portugal, é um vinho fortificado doce extremamente agradável, macio e equilibrado, com um longo final em boca. A graduação alcoólica é de 19%.

Porto Messias Ruby

Porto Messias Ruby
Outra opção para acompanhar sobremesas é o vinho do Porto Messias Ruby, elaborado pelo produtor Caves Messias, no Douro. De caráter jovem e bastante aromático, apresenta notas de frutos vermelhos e é ideal para acompanhar chocolate, dos mais doces aos mais amargos. A graduação alcoólica é de 19%.

Joana Rauschkolb, sommelière da Importadora Porto a Porto.

Gostou? Deixe um comentário: