HOBBIES: Uma aula sobre a vida

Acabo de ler “Variações sobre o prazer”, de Rubem Alves. O livro é uma aula sobre a vida, com refinamentos de saber e de sabedoria, ou seja, ao mesmo tempo complexo e simples. O mestre, que também é psicanalista, acadêmico, teólogo, poeta, ensaísta e contador de estórias, alicerça sua obra em Santo Agostinho, em Nietzsche, em Marx e em Babette. As variações sobre o prazer ocorrem, assim, na teologia, na filosofia, na economia e na culinária.

A exemplo da personagem Babette, do filme Festa de Babette, que gastou toda sua fortuna (o bilhete premiado) para se dar o prazer de oferecer um banquete a alguns convidados, Rubem Alves usou a generosidade de sua alma para nos presentear com a dança das palavras e nos convidar a bailar. O livro é prazer, é fruição, é alegria.

O prazer de uma tela, assinala Rubem Alves, se encontra na provocação que o invisível faz ao imaginário. “A erótica da tela não se encontra no que ela mostra, mas naquilo que ela sugere. Mas, para se perceber o que não é mostrado, é preciso que a imaginação saiba voar”. E assim, ele ainda propõe um sexto sentido, que é o pensamento. Este tem o poder de trazer à existência aquilo que não existe. “Ensinar a pensar é ensinar o pensamento a dançar no espaço em que as coisas que não existem existem”. Após concluir a leitura, dá uma vontade de voltar à primeira página para se deleitar em um outro livro, que nada mais é do que o mesmo livro.

Gostou? Deixe um comentário: