NEWS | 10 motivos para brindar o Salton Talento

O tinto Salton Talento comemora 10 anos de histórias e conquistas de importantes prêmios para a Vinícola Salton. Como o próprio presidente, Daniel Salton, define “é um divisor de águas na história da empresa”. A presença do produto no mercado, desde 2004, assinala o investimento nas linhas mais sofisticadas.

O Salton Talento faz parte da linha de bebidas top da vinícola, resultado dos cortes das uvas Cabernet Sauvignon (60%), Merlot (30%) e Tannat (10%). O tinto é armazenado em barris de carvalho francês e é elaborado a partir de grãos criteriosamente selecionados e originários de vinhedos com um histórico acompanhado durante todo o ano. Após a colheita, feita manualmente para não alterar a qualidade da matéria-prima, são escolhidos apenas os melhores cachos.

O emblemático vinho foi eleito o oficial das visitas dos Papas Francisco, em 2013, e Bento XVI, em 2007, durante as respectivas visitas ao País. A safra 2007, servida no ano passado ao pontífice, esgotou em poucos dias.

Exportado para países como Estados Unidos, República Checa, Austrália, Finlândia e China, o Salton Talento figura entre as principais premiações internacionais: “Sélections Mondiales”, do Canadá, “Vinandino”, da Argentina, “Vinalies”, da França, “Mundus Vini”, da Alemanha, e nos ingleses “The International Wine and Spirit Competition” e “International Wine Challenge”, entre outros. É o único rótulo de vinho tinto nacional a receber uma medalha no Hong Kong International Wine Challenge. Conquistou, ainda, distinções nos importantes prêmios brasileiros “Concurso Nacional de Vinhos Finos” e “Concurso Internacional de Vinhos do Brasil”.

“É um orgulho apresentar um vinho nacional com características tão peculiares. Foi o primeiro produto elaborado para ser um vinho brasileiro com categoria internacional. A produção do Talento se converteu em uma quebra de paradigmas no Brasil, pois comprova que o País tem, sim, condições de produzir vinhos deste porte”, enfatiza Daniel, sobre o vinho que só é produzido em safras excepcionais – até hoje em 2002 (lançado em 2004), 2004, 2005, 2006, 2007 e 2009.

A bebida é límpida, com coloração roxa intensa, bouquet que lembra ameixa preta, amêndoas torradas e uvas passas, pequenos frutos negros (cassis, amora, mirtilo e framboesa), algo de violeta, chocolate, eucalipto, cogumelo e nozes. Seu sabor denota profundo canforado, com taninos macios, sedosos e marcantes.

Gostou? Deixe um comentário: