NEWS | Aprovale e prefeitos cobram retomada do projeto da ciclovia no Vale dos Vinhedos

Solicitação feita ao Governo do Estado pede reinício imediato do projeto que possui licitação e contrato aprovados desde 2010

A Associação de Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) e as prefeituras de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi estão mobilizadas para a retomada do projeto Ciclovia do Vale dos Vinhedos. Em recente reunião com o diretor-geral da Secretaria dos Transportes, Vicente de Britto Pereira, representantes dos três municípios destacaram a importância do projeto para a região. “Estamos convictos de que este é o momento certo de dotar o principal destino enoturístico do país de um equipamento capaz de trazer segurança, integração regional, mobilidade para turistas e residentes, impactando decisivamente no desenvolvimento social e econômico do Vale dos Vinhedos”, destacou a diretora da Aprovale, Deborah Villas-Bôas Dadalt.

O projeto para a construção da ciclovia na ERS-444 foi concluído em junho de 2010. A obra estimada em R$ 5,7 milhões, com recursos do governo do Estado, prevê a construção de uma pista de 8,25 quilômetros de extensão a ser executada pela EBS Construções Ltda., vencedora da licitação. A Secretaria dos Transportes irá analisar o andamento do projeto e um próximo encontro será marcado para a sua discussão. “A maior prova da importância da ciclovia é esta bela união entre os municípios de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi, que demonstra a força da região Uva & Vinho no nosso Estado”, acrescentou Pereira.

Também participaram da reunião Guilherme Pasin e Gilberto Durante, respectivamente prefeito e secretário de Turismo de Bento Gonçalves; Lírio Turri e Luciano Benvenutti, prefeito e secretário de Turismo de Monte Belo do Sul; Antônio Fachinelli, vice-prefeito de Garibaldi; Volnei Christofoli, sub-prefeito do Vale dos Vinhedos; Aldemir Dadalt, membro do Conselho Superior da Aprovale e sócio-diretor do Spa do Vinho, e Orestes de Andrade Jr., vice-presidente da ABS-RS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Ciclovia nasceu em 2005
Desde 2005 a Aprovale reivindica a construção de uma ciclovia em sua principal via de acesso, a rodovia estadual RS 444, onde estão localizados os principais atrativos turísticos do Vale dos Vinhedos. O trecho, conhecido como “Estrada do Vinho”, abriga mais de 30 vinícolas, restaurantes, hotéis, pousadas, comércio e produtores rurais, porém sua rodovia não possui acostamento, áreas de escape, iluminação ou calçada para pedestres. Só em 2015, a região recebeu mais de 397 mil visitantes. “A insegurança causada pela rodovia impede o motorista de parar para apreciar a beleza do vale e dificulta seu acesso a muitos estabelecimentos. O turista acaba se dirigindo apenas a locais pontuais, reduzindo seu tempo de permanência na região. É clara a necessidade de possibilitar ao visitante usufruir de degustações e enogastronomia sem depender exclusivamente de automóveis para circular entre as vinícolas e restaurantes. Por fim, a ciclovia também ensejaria a prática de várias atividades esportivas e de lazer para famílias, além de contribuir significativamente para a mobilidade de turistas e dos próprios habitantes do vale”, relatou a diretora da Aprovale.

Aprovale
A Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) conta com 26 vinícolas associadas e 43 empreendimentos de apoio ao turismo, entre hotéis, pousadas, restaurantes, artesanatos, queijarias, ateliês de artesanato e antiguidades entre outros estabelecimentos. A entidade controla os produtos protegidos pela Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos e a sua gestão.

Foto: Eduardo Benini

Gostou? Deixe um comentário: