TASTING | Pinot Noir do Russian Valley

Os vinhateiros norte-americanos desafiam a hegemonia francesa no trato com a milenar Pinot Noir e elaboram vinhos cada vez melhores com esta cepa caprichosa. No frio e úmido Oregon, sobretudo, mas também na ensolarada e quente California. Como a PN não gosta de calor, o Russian River Valley, em Sonoma, arejado pela brisa fresca do Pacífico, revelou-se um dos melhores terroirs para a uva insígne da Bourgogne. Este La Crema 2012 é um típico Pinot Noir na cor rubi claro e nos aromas de frutas vermelhas. Mas as semelhanças com seus “primos” franceses terminam aí. Com nove meses de passagem por barricas de carvalho francês e 14,5% de álcool, é um Pinot Noir menos fresco, com menor acidez, e um pouco mais estruturado do que os europeus. Mas ainda assim suculento e gostoso de beber. Importação: Porto a Porto. Preço: R$ 365

Gostou? Deixe um comentário: