VIAGENS | Todas as cores do Rosa

Praia do Rosa 28

Peço licença aos surfistas para falar da Praia do Rosa (SC). Eu que, o mais perto que cheguei de uma prancha, tinha 15 anos. Andando de morey, fui pêga por uma mãe d’água entre uma onda e outra, me descobri alérgica e desisti do esporte ali mesmo, no hospital. Aquele é o paraíso para quem faz, do vai e vem das águas, parque de diversões em meio à obra da natureza.

O Rosa que conheci não fica apenas junto à praia, embora seja revigorante sentar ali nas pedras do Rosa Norte e ficar acompanhando a disputa daqueles que tem talento para subir na prancha e deslizar pelo verdinho do mar. Fico ali o dia inteiro se puder, que não sinto falta de nada. Embora as mordomias do Rosa Sul me fazem preferir ficar por lá, nas cadeiras, onde tem sempre os garçons a postos e posso renovar a água do chimarrão sem ter que voltar na pousada.

As pedras do Rosa Norte: um dos meus cantinhos preferidos (fotos: Débora de Oliveira)

As pedras do Rosa Norte: um dos meus cantinhos preferidos (fotos: Débora de Oliveira)

Embora seja um passeio rotineiro para muita gente que mora em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, eu, que moro em Porto Alegre, só fui conhecer essa praia no ano passado, no feriado de 7 de setembro. De lá para cá, já fui mais três vezes. Meu pai anda até meio desconfiado, perguntando: “mas o que essa guria quer tanto no Rosa!?!?”. Talvez tenha sido um lugar onde encontrei reunido tudo que gosto, do jeito mais simples.

A pousada que fico é de dois amigos muito amados, o Pedro e a Carol. Já começa que mato um pouco a saudade deles a cada pouso. A Cores do Rosa fica muito bem localizada, bem no centrinho, onde tu deixa o carro e faz tudo a pé até o dia de ir embora. Melhor coisa é fazer um passeio que tu não enfrente desgaste no trânsito. São cabanas em meio a um terreno muito arborizado, com decoração bem rústica – onde tu faz amizades com muita facilidade.

As cabanas coloridas da pousada Cores do Rosa

As cabanas coloridas da pousada Cores do Rosa

O café da manhã é em uma casa bem no centro do terreno, e os hóspedes vão se encontrando todos os dias e compartilhando as primeiras horas do dia. Nunca comi um pãozinho integral igual ao deles. Da piscina, ao salão de jogos e à churrasqueira, quando tu encontra quem está por lá, já existe integração.

Fica ao lado do Beleza Pura, pub que é um dos mais badalados da praia, onde a noite começa cedinho, tipo nove horas, e termina cedinho também, umas duas da manhã – o que é ótimo, porque tu te diverte horrores, com o pop/rock/surf music, e no outro dia nem sente cansaço, porque aproveitou sem precisar amanhecer na rua. E vamos combinar: do lado da pousada, indo a pé, até dá pra “provar” uns drinks, como o meu preferido, a caipira de maracujá.

Lá dá para jantar também. Nesta última vez provei o prato do chef, que era salmão com chips de batatas doce. Mas o cardápio inclui também pizzas, mini-hambúrgueres e petiscos com frutos do mar.

O salmão com chips de batata doce do Beleza Pura

O salmão com chips de batata doce do Beleza Pura

No centrinho, além das lojinhas de roupas super descoladas e de objetos de decoração bem característicos de quem gosta de praia, existem várias outras opções de pubs e bistrôs. Escolhemos o Fuxicos & Comidas para um dos jantares, e dois pratos serviram cinco pessoas tranquilamente. Um com camarões à milanesa para os não alérgicos, e outro com iscas de peixe, para quem não podia comer o outro prato. Pedi suco de melancia e parecia a fruta colhida novinha e saborosa. Minhas amigas pediram mojito e caipira – e adoraram os drinks.

Na praia, entre os quiosques maiores, sempre ficamos em frente ao Casarão. Eu geralmente fico com a casquinha de siri e os camarões à milanesa, para não precisar sair da praia. Adoro ficar lá sentada no sol. Os garçons ficam circulando o tempo inteiro e, quando trazem a conta, trazem junto as comandas com teus pedidos, para conferência. É organizado e não tem erro. Quando a opção é pelo almoço completo, eles fazem o pedido na praia e organizam a mesa dentro do restaurante. Te avisam quando está servido, assim, dá pra ficar na beira sem perder tempo esperando.

Dá só uma olhada na vista que se tem do restaurante...

Dá só uma olhada na vista que se tem do restaurante…

Para chegar na praia, a opção que mais gosto é de uma trilha que sai em frente à pousada, sobe uma estrada de chão batido, desce em meio às árvores e pedras, misturada com lama e o canto dos pássaros. Parece que estamos em um lugar bem longe da civilização. Mas, em cinco minutos, chegamos à Lagoa do Meio, que, como diz o nome, divide o Rosa Norte do Rosa Sul. E ali no meio é que decidimos para onde vamos.

Lagoa do Meio: Rosa Sul ou Rosa Norte?

Lagoa do Meio: Rosa Sul ou Rosa Norte?

Geralmente, pela manhã, gosto de ficar no Norte, depois vou pro Sul para almoçar e ficar na praia até o fim do dia. Nessa caminhada você encontra as pessoas que conheceu na pousada e já pára pra conversar um pouco, encontra pessoas que nem sabia que estavam lá e troca ideias. Conhece gente nova, que te viu jantando, e assim dificilmente sai de lá sem novos amigos.

A Praia do Rosa, para mim, tem jeitinho de novela das seis, onde todo mundo se conhece, onde tudo é perto, onde a gente senta na esquina até de manhã e não tem medo de ficar lá. Sempre que eu chego, é uma euforia por saber que estou lá novamente. E na hora de ir embora, é uma melancolia só. Momentânea, por que sei que vou voltar sempre que puder. Ainda tenho lugares a desbravar, restaurantes para conhecer, amigos para fazer, na terra em que Rosa é só um tom para um lugar tão colorido.

* Débora de Oliveira é apresentadora do programa SBT Esporte, que vai ai ar de segunda a sexta, às 12h10, no SBT. Curiosa e comilona, vive em busca de novos destinos para brindar as boas coisas da vida.

Praia do Rosa 06

 

 

  • Rosa Sul
  • Rosa Norte
  • Na Lagoa do Meio: Rosa Norte ou Rosa Sul? Pra que lado eu vou?
  • No Rosa Sul tem água quente pro chimarrão!
  • Filé de peixe do Casarão - vem com arroz, feijão, fritas e pirão
  • Pousada Cabanas Cores do Rosa
  • Piscina da pousada
  • E o pôr do sol visto de lá

Gostou? Deixe um comentário: