VINHOS | No Takêdo, é a comida que harmoniza com o vinho

O vinho tem de harmonizar com a comida, ou é a comida que tem de harmonizar com o vinho? Quem determina o quê? Normalmente, em um restaurante, escolhe-se um prato, e, depois, o vinho que melhor harmoniza com a comida, certo? Mas quem disse que tem de ser assim? Por que não se pode escolher um vinho e, a partir dele, o prato que melhor combina com o rótulo escolhido? Sim, isso é possível, e não há nada errado em eleger o vinho como protagonista de uma refeição,

Foi pensando nisso que o restaurante Takêdo – Oriental Criativo, tradicional japonês de Porto Alegre, decidiu inverter o jogo. A proposta do Takêdo é a de que o cliente escolha, a partir do vinho, o prato que melhor harmoniza com o rótulo selecionado.

Na nova carta de vinhos do restaurante, elaborada pelo sommelier Cícero Troglio, que escolta o novo cardápio, desenvolvido pela restaurauter  Daniel Pulz, pelo chef Anderson Rocha e pelo sushiman Leandro de Matos, estarão indicados os pratos que mais combinam com os diferentes tipos de vinhos da moderna adega da casa. E, para cada tipo de uva, será apresentado o rótulo com “melhor custo-benefício” para o cliente. Ótima sacada, não?

A comida do Takêdo todo mundo sabe que é excelente. O que nem todo mundo sabe é que a casa também tem uma adega com mais de cem rótulos e uma carta de vinhos ecléticas, com garrafas muito bem selecionadas, para harmonizar com a delicada cozinha oriental. Participamos há pouco de um almoço especial no Takêdo,  para jornalistas e convidados, em que foi oferecida uma prévia de alguns dos pratos e vinhos que farão parte do novo menu harmonizado.

Neste almoço, degustamos Hermann Lírica Brut (espumante/Brasil), San Pedro Yocochuya Torrontés (branco/Argentina) e Domaine Sorin Terra Amata Côtes de Provence (rosé/França) com as entradas (Maracujá Bali, Camarão Crocante, Jyu tuna foie gras); Donnhoff Riesling Trocken – Nahe (branco/Alemanha) com o prato principal (Ravióli de lagosta Takêdo) e Morandé Late Harvest (colheita tardia/Chile) com a sobremesa (cocada thai).

A harmonização se mostrou extremamente feliz. Tem tudo para agradar quem já frequenta o Takêdo há dez anos e quem está descobrindo o restaurante agora.

  • Daniel Pulz (esq.) e Cícero Troglio (dir.)

Gostou? Deixe um comentário: