VINHOS | Ribbon Ridge e a busca da identidade do Oregon

vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 6

Embora Dundee Hills tenha sido o local de nascimento do Pinot do Oregon, pode-se dizer que a criação da AVA de Ribbon Ridge é aquela que melhor reflete o momento de “tomada de consciência” dos produtores locais acerca da identidade de seus vinhos. A inspiração original dos pioneiros de Willamette Valley foi reproduzir a elegância do Pinot francês. Com o tempo, porém, descobriu-se que o Oregon oferecia qualidades únicas na taça. Nos anos 1980’, quando foi plantado o primeiro vinhedo de Ribbon Ridge, estava em curso a busca por essa identidade única – e há indícios de que é ali que esse diferencial se manifesta na sua essência.

vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 1

Fique por dentro do nosso passeio pelo Oregon:
VINHOS | Stoller Family Estate: um produtor com vocação para o desenvolvimento local
VINHOS | Domaine Serene: uma história de sucesso em família

VIAGENS | Um passeio pelos vinhos do Oregon
VINHOS | Bye bye, California. Hello, Oregon State!
VINHOS | Oregon: Dundee Hills e o Renascimento do Pinot
VINHOS | Eyrie Vineyards: o primeiro Pinot do Oregon
VINHOS | Domaine Drouhin: um visionário da Borgonha no Oregon

vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 7

A estrutura geológica do Oregon é antiga. Há 30 milhões de anos, a área já estava formada pela ação vulcânica, embora tenha ficado recoberta pelo mar até cerca de 25 mil anos atrás. Essa realidade é semelhante à da Borgonha, na França, de onde se originou o Pinot Noir. No entanto, há uma diferença significativa: enquanto na Borgonha a camada superior deixada pelo oceano é calcária (de rochas brancas), no Vale de Willamette o substrato que ficou tem uma composição distinta, sendo formado por sedimentos argilosos (rocha cor de telha).

vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 4

Para muitos especialistas, a camada de pedra e pó avermelhados que recobrem Ribbon Ridge estão por trás de alguns dos melhores Pinot Noir e Chardonnay produzidos no Vale de Willamette. É por causa dessa especificidade que a área recebeu a sua denominação de origem, tornando-se a menor sub-AVA do Oregon (e certamente uma das mais disputadas). A topografia do local se assemelha a uma “ilha”, mais elevada que o seu entorno. Por um lado, a diferença de 75 metros de altura protegeu a cobertura original do solo sedimentar (localmente denominada de Willakenzie). Por outro lado, o desnível criou um microclima específico em Ribbon Ridge, com menos precipitações ao longo do ano e redução dos picos de calor durante o dia. Essas duas características singulares justificam a personalidade dos vinhos de Ribbon Ridge, criando condições ideais para a produção de vinhos saborosos e com perfil aromático nitidamente reconhecível em taça.

Pequeno gigante

vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 3

Ribbon Ridge está localizada em uma faixa diminuta no interior da AVA de Chehalem – uma planície que, por sua vez, faz parte da AVA de Willamette Valley. São menos de 6 quilômetros de extensão e apenas 800 metros de largura na parte mais estreita, com altura entre 75 e 120 metros. Enquanto os solos de Chehalem foram recobertos por depósitos aluviais – fruto da água de rios e do degelo – Ribbon Ridge preservou a essência daquelas rochas de origem marinha sobre uma camada vulcânica mais profunda, que tornam o solo único. Como resultado, seus vinhos se diferenciam daqueles produzidos a algumas dezenas de metros de distância, entregando mais fruta e uma presença aveludada em boca.

As características marinhas dos solos Willakenzie podem ser encontradas em todo o vale de Willamette, porém foram diluídas pela ação do clima ao longo dos últimos 20 mil anos. A particularidade de Ribbon Ridge está na pureza com que elas se manifestam ali, produzindo vinhos a um só tempo elegantes, potentes e didáticos. É nessa AVA que podemos encontrar, por exemplo, a vinícola Beaux Frères, queridinha da revista Wine Spectator, onde colecionou mais de 40 notas acima dos 90 pontos ao longo da última década (e algumas classificações na lista dos 100 melhores vinhos do ano).

vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 5

Entre os produtores visitados (e sobre os quais escreverei nas próximas semanas), tive o prazer de conhecer Harry Peterson-Nedry, fundador da Chehalem Wines e responsável por plantar o primeiro vinhedo de Ribbon Ridge, em 1982, batizado de Ridgecrest. Estive também na vinícola Bërgstrom, um dos grandes produtores de Willamette, que mantém sua sede dentro da área de Ribbon Ridge e produz um vinho disputadíssimo nessa AVA. Por último, sentei para conversar com Doug Tunell, produtor natureba da Brick House Wines, que sintetiza a filosofia da região e permanece na busca da verdadeira identidade local.

Até a próxima semana!

alvaro lima, jornalista, movidoavinho

Álvaro Lima é Jornalista e Sommelier WSET nível 3. Ele atua como editor do blog Movido a Vinho e organiza degustações por meio da Confraria Anônima. A coluna é uma extensão do projeto Caminhos do Vinho, que reúne relatos de viagens por vinícolas ao redor do mundo. Com o tempo, esperamos que você possa usar as dicas desta coluna para planejar suas viagens ou escolher um vinho novo para experimentar - explorando regiões diferentes e opções que cabem no seu bolso. Compartilhe suas impressões pelo e-mail alvinho@movidoavinho.com.br

banner_risotos_manu

  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 1
  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 2
  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 3
  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 4
  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 5
  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 6
  • vinhos do oregon, Ribbon Ridge, estados unidos 7

Gostou? Deixe um comentário: