VINHOS | Veja como reaproveitar aquela garrafa que ficou aberta

2

Sobrou vinho? Esqueceu uma garrafa aberta em cima da mesa? O vinho não era muito bom? Então, fica de olho nessas dicas e
você nunca mais vai jogar vinho fora.

Você já deve ter jogado vinho fora. Seja aquela garrafa que sobrou do almoço, ou ainda a taça que ficou perdida em cima da mesa no jantar de ontem. Nem sempre consumimos uma garrafa inteira de vinho. Esqueça a ideia de jogar fora o vinho que sobrou. Lembre-se: vinhos brancos e tintos podem ser reutilizados de diversas maneiras, não somente para cozinhar.

Não tenha medo:
O maior risco do vinho aberto é o de oxidar (pelo contato com o oxigênio), portanto é desaconselhável consumir o vinho após dois dias aberto. Não há riscos para sua saúde, apenas para seu paladar.

wine-restaurant-bar-drink-bottle-liquor-16383-pxhere.com

Reutilização na cozinha:

Um dos principais usos do vinho que não foi bebido diz respeito à preparação de algumas comidas e molhos, como o vinagre: para transformá-lo em vinagre é só deixar aberta a garrafa de branco ou tinto por algumas semanas.

O vinho branco que foi bebido vira um importante aliado na preparação de muitos pratos de carne ou peixe. Ao usá-lo durante o cozimento se consegue um líquido cremoso e perfumado.

Use o vinho tinto para temperar verduras e para preparar gelatina. Misture o vinho com açúcar e algo para engrossar, como a pectina (um tipo de fibra solúvel encontrada nas frutas e vegetais, sendo um componente natural desses alimentos) e você terá uma deliciosa gelatina.

Saúde e cosméticos

O vinho que sobrou na garrafa pode virar ingrediente de certos tratamentos estéticos para pele, aproveitando as propriedades tonificantes e relaxantes.

Contendo elevadas doses de antioxidantes, substância em que a uva é rica, o vinho se torna um precioso antirruga e uma loção com efeito tonificante que age diretamente na pele.

Veja como usar o vinho que sobrou do jantar, no seu tratamento de beleza:

  • Tônico para o rosto: aplique com algodão diretamente sobre a pele, o vinho mantém a luminosidade e reduz as manchas escuras;
  • Para o corpo: misture o vinho com o açúcar mascavo, mel e óleos vegetais até formar uma pasta. Use nas pernas como esfoliante.

Se machucou? 

O vinho também pode ser usado como remédio caseiro para tratar pequenos hematomas. Ferva, junto com o vinho, folhas de salsinha e utilize a infusão sobre lesões, molhando um pouco de algodão ou uma gaze.

Para limpar a casa:

Isso mesmo! Aquele vinho que sobrou pode virar produto de limpeza. Componentes presentes no vinho o transformam num excelente desinfetante e detergente. Como desinfetante, pode ser usado para lavar e higienizar frutas e verduras. E ainda, vira detergente quando misturado com água. Use para limpar vidros e espelhos.

hand-liquid-glass-red-shadow-ear-778452-pxhere.com

Virou vinho tinto na toalha? Use o vinho branco como removedor natural de manchas nos tecidos. Remove, inclusive, restos de gorduras de superfícies duras. E o vinho tinto, quando fervido, também poderá ser utilizado para tingir alguns tipos de tecidos.  

Gostou das ideias? Conta pra gente como foi a reutilização daquele vinho que sobrou aí na sua casa.

Oficial Photo_ Dr. Roberto Rabachino_01.01.2018Roberto Rabachino Dr. PhD. em Ciências da Alimentação e professor universitário em diversas universidades do mundo. Presidente da IWTO com sede em Nova York e da FISAR con sede em PISA. Presidente dos jornalistas italianos do setor agroalimentar (ASA) com sede em Milão. Diretor responsável da revista "Il Sommelier". Em 2016, recebeu pelo Associação Brasileira de Enologia o Troféu Vitis, o mais importante prêmio relacionado ao vinho no Brasil, durante 24ª Avaliação Nacional de Vinhos de Bento Gonçalves. Escreve sobre vinhos.

Gostou? Deixe um comentário: