VINHOS & VIAGENS | Cinco vinícolas imperdíveis em Mendoza

DIAMANDES 02

A província de Mendoza e sua Capital de mesmo nome, na Argentina, possuem características que trazem prazeres e emoções aos mais diversos tipos de visitantes, em especial aos amantes do vinho e do ecoturismo. Essa atmosfera inebriante tomou conta de mim de forma arrebatadora quando coloquei os pés por lá a primeira vez, no idos de 1987. Da mesma forma, tais emoções atingem os milhares de visitantes que passam por aquelas bandas todos os anos, procurando eno-prazeres, eco-emoções e, sim, cultura-aprendizados.

Muitas das pessoas que estão lendo este artigo talvez já tiveram também a oportunidade de irem uma ou mais vezes para aquela região, para desfrutarem das belezas e prazeres que ela nos traz. Em especial, a parte enoturística. Grandes, belas e modernas vinícolas estão instaladas por lá, em especial próximas à Capital, onde podemos citar a Norton, Navarro Correas, Trapiche, Finca Flichman, Luigi Bosca entre outras, sendo que estas se posicionam como os principais e primeiros pontos de visitação turística. Todas muito importantes para o contexto.

No entanto, para tudo sempre tem o lado B. Nos últimos anos, outras regiões da Província tem se desenvolvido de maneira extraordinária quanto à inovações tecnológicas e estruturais, que propiciaram a que se apresentasse para o mundo vinhos de altíssima gama e qualidade, ganhando elevadas pontuações e medalhas de destaque em avaliações internacionais. Dentro desse contexto, quero elencar cinco vinícolas que entendo que são imprescindíveis e imperdíveis de se visitar nestas regiões.

  • Bodega O Fournier

Na cidade de San Carlos, localidade de La Consulta, distante 108km da capital Mendoza. Chegando aos parreirais, na entrada, de cara parece que aterrissou uma nave espacial e que logo adiante fortes emoções nos esperam. Realmente, as emoções já começam por ali.

O FOURNIER 11

Projetado pelos arquitetos Eliana Bórmida e Marcos Yansón, o conceito preza pelo uso total da estrutura em todas as etapas da vinificação, privilegiando a mínima intervenção humana. As colunas de concreto que sustentam a estrutura são tanques de armazenagem do vinho. A cave subterrânea possui uma claraboia posicionada conforme o eixo da constelação de estrela do Cruzeiro do Sul (Crux).

O FOURNIER 15

O almoço no premiadíssimo Restaurante Urban, com vista para os Andes é de tirar o fôlego.

O FOURNIER 09

Na adega, grandes vinhos, como a linha Alpha Crux e Beta Crux, além do ícone O Fournier. Quando se sai dali, depois do passeio, parece que estamos aterrissando na terra novamente.

Alpha Crux

  • Diamandes

Em Tunuyán, localidade de Vista Flores, distante 100km da capital Mendoza. Uma enorme estrutura cubística, ultramoderna, se espalhando sobre os parreirais com as montanhas dos Andes coordenando a composição de imagens; essa é a primeira impressão.

DIAMANDES 04

Logo de entrada se percebe a amplidão de tudo com design muito clean. Uma agradável sensação de leveza e liberdade. No início da visita, no subsolo, o ponto onde se encontra uma larga abertura para o céu por meio de uma claraboia com formato de diamante. A foto oficial do passeio.

DIAMANDES 10

O processo de vinificação é linear sequencial aproveitando a estrutura do prédio, recebendo as uvas de um lado e expedindo as garrafas do outro – parece o conceito Ford de produção. Almoçar no local é dica imperdível, pois a vista para os Andes é sensacional.

DIAMANDES 08

Dos vinhos, a linha Diamandes Uco é perfeita na relação custo-benefício, além do rosé de malbec Perlita.

DIAMANDES 09

  • Salentein

Também em Tunuyan, na localidade de Los Árboles, distando 96km da capital Mendoza. Posso estar enganado, mas os amantes dos filmes de Herzog, com suas tramas de imagens, vão adorar o visual da estrutura da bodega. Esculturas exóticas de formigueiros com vegetações agrestes compõem a entrada do local, além de obras de arte moderna espalhadas por todo o prédio.

SALENTEIN 01

Tem todo um astral meio místico no local, em que uma pirâmide encabeça o teto do prédio onde estão armazenados tanques e barricas. Na parte subterrânea e central da cave – a 12m de profundidade – um pequeno hall em formato circular com um piano para quem se propõem a tocar e mostrar suas paixões musicais e enófilas.

SALENTEIN 06

Em alguns dias do ano, ocorrem concertos musicais neste local promovidos pelos diretores do bodega (amantes do bom vinho e da bela arte). A linha Reserva Malbec é imbatível, merece ser adquirida.

DIAMANDES 11

  • Catena Zapata

Situado na localidade de Agrelo, em Luán de Cuyo, distando 37km do centro da capital Mendoza. Logo de cara parece que você voltou no tempo e está num local onde ainda existem nativos da cultura Maia na região, visto a estrutura do local.

CATENA 02

Realmente, a proposta é essa mesma. O prédio no formato de uma pirâmide Maia é um marco arquitetônico da região e propicia a que o visitante sinta que está entrando numa outra esfera.

CATENA 07

Todo o ambiente circunda o eixo das caves subterrâneas, desde o topo da pirâmide até ao fundo das caves. Lá embaixo, na cave, as barricas se posicionam em um arco que passa a impressão que nos observam quando nos sentamos na sala de degustação. Sensação muito divertida; o vinho tem vida.

CATENA 01

Esta bodega trabalha muito naquilo que defendo com veemência: vinhos de micro terroir. A produção dos vinhos é feita com base em várias ferramentas tecnológicas como o uso de imagens de satélite e avaliação geoquímica de cada parcela do solo e rocha.

CATENA 06

Não é a toa que seus vinhos são ultra premiados e respeitados mundo afora. Não dá para sair de lá sem levar um malbec DV Catena Adriana Vineyard.

CATENA

  • Bodega Zuccardi

Situado em Maipú, distando 35km da Capital Mendoza, por meio da Ruta 33. Essa bodega se encontra no roteiro mais tradicional dos pacotes turísticos. No entanto, deve ser visitada pelo fato de produzirem vinhaços e trabalharem muito a questão tecnológica e de micro terroirs.

ZUCARDI 07

A estrutura do prédio é toda muito tradicional com as paredes de blocos de pedra e arquitetura antiqua, com belos jardins e áreas de convívio. O restaurante é algo à parte. Sensacional! Em meio aos parrerais com a estrutura com vários ambientes e com amplo e belo jardim para o relax após almoço.

ZUCARDI 08

Serviço de atendimento perfeito e com sommeliers à disposição para ajudar o visitante mais indeciso. Neste, o churrasco e parrillada argentina são unanimidades do cardápio. Na lista de vinhos, fica o desejo de levar toda a adega. Toda a linha é muito boa, com destaque para os produzidos na região de terroir Gualtallary.

Zuccardi-Zeta-e1389633473333

Serlecio Guilherme Pinz é geólogo e sommelier, consultor e analista de terroir e enoturismo. Desenvolve atividades no ramo há mais de 25 anos, tendo na bagagem consultoria e degustações nas principais regiões enogeográficas do mundo. Promove ainda palestras e mini cursos.

serlecio

 

Abaixo, uma galeria de fotos linda!

  • O FOURNIER 02
  • O FOURNIER 01
  • O FOURNIER 04
  • O FOURNIER 06
  • O FOURNIER 05
  • O FOURNIER 09
  • O FOURNIER 12
  • O FOURNIER 13
  • O FOURNIER 03
  • O FOURNIER 07
  • DIAMANDES 01
  • DIAMANDES 02
  • DIAMANDES 03
  • DIAMANDES 04
  • DIAMANDES 05
  • DIAMANDES 08
  • DIAMANDES 07
  • DIAMANDES 06
  • SALENTEIN 01
  • SALENTEIN 02
  • SALENTEIN 03
  • SALENTEIN 03]9
  • SALENTEIN 04
  • SALENTEIN 05
  • SALENTEIN 06
  • SALENTEIN 07
  • SALENTEIN 08
  • SALENTEIN 09
  • SALENTEIN 11
  • SALENTEIN 10
  • ZUCARDI 01
  • CATENA 02
  • CATENA 01
  • CATENA 03
  • CATENA 04
  • CATENA 05
  • CATENA 06
  • CATENA 07
  • ZUCARDI 03
  • ZUCARDI 01
  • ZUCARDI 02
  • ZUCARDI 04
  • ZUCARDI 05
  • ZUCARDI 06
  • ZUCARDI 07
  • ZUCARDI 08

Gostou? Deixe um comentário: